Apenas 8% da população é considerada proficiente na alfabetização

Apenas 8% da população é considerada proficiente na alfabetização

setembro 2, 2018 0 Por eunolivro

Olá!

Toda semana a EUnoLIVRO pretende postar um artigo sobre temas que abordem a educação e a leitura,
principalmente no que se refere ao incentivo da leitura para os pequenos.

Sabemos que mais importante do que aprender a ler, identificando e decifrando a mensagem de forma literal, é aprender a interpretar a visão do autor e desenvolver uma visão crítica a respeito do assunto.

A professora Raquel Villardi, em seu livro “Ensinando a gostar de ler”, comenta que muitas das práticas utilizadas no ensino não favorecem ao desenvolvimento da capacidade de compreensão e interpretação do texto:

  • Muitas vezes os alunos fazem apenas atividades de leitura em voz alta, no qual se preocupam mais com a pronunciação da forma correta do que com o entendimento do texto em si. É importante ter um tempo para que o aluno faça uma leitura individual e silenciosa em seu próprio ritmo.
  • Muitos livros didáticos não são adequados e trazem exercícios de “interpretação” que apenas propõem perguntas que possuem respostas “prontas” no texto, sem a necessidade do aluno pensar nas itenções e visão do autor.

O impacto da falta de educação ou da educação inadequada é clara. Em um estudo feito em 2015 com mais de 2.000 pessoas pelo instituto Paulo Montenegro e a ONG Ação Educativa, com o apoio do IBOPE Inteligência, identificou que 27% da população é analfabeta funcional e que apenas 8% é proficiente, conseguindo perceber e opinar sobre o posicionamento do autor de um texto. Veja no Infográfico abaixo a síntese de cada categoria de analfabetismo.

Analfabetismo funcional no Brasil
Analfabetismo funcional no Brasil

Por isso, incentive o seu filho a ler desde pequeno. Procure ler junto com ele, motive-o e ajude-o a compreender o texto.

Até a próxima semana
Abraços

Curta e Compartilhe!