Dicas de presente para o Dia das Crianças

Dicas de presente para o Dia das Crianças

setembro 16, 2018 0 Por eunolivro

Um presente de Dia das Crianças é capaz de divertir e educar ao mesmo tempo?

A criança quer muito aquele brinquedo que viu na televisão. Aquele que você sabe que é caríssimo e que em poucos dias estará jogado em um canto do quarto ou ocupando espaço no armário. Por outro lado, o dia é deles! Queremos que as crianças fiquem felizes e muitas vezes acabamos cedendo aos desejos dos pequenos.

Mas será que não é possível encontrar presentes de Dia das Crianças que deixem as crianças felizes e – ao mesmo tempo – sejam educativos e contribuam para a sua educação?

Se você está procurando ideias originais de presentes, continue lendo. Esse post foi feito para você.

Brinquedos e jogos tradicionais

Talvez não haja como escapar de um dos brinquedos ou jogos que são vendidos nas grandes lojas de brinquedos. Mas mesmo assim, é possível escapar das maiores arapucas e encontrar opções interessantes.

Dica número 1 
Nunca compre aquele brinquedo que a criança acabou de ver na televisão.

Você sabe que não deve ir para o supermercado com fome, não é mesmo? Na hora de comprar um brinquedo, vale a mesma regra: não leve tão a sério aquele desejo aparentemente incontrolável que seu filho demonstra por um brinquedo. As fábricas de brinquedos contratam agências de publicidade que são mestres em transformar – ao menos na propaganda – o brinquedo mais sem graça em uma necessidade irresistível. Deixe o tempo passar e verifique se o desejo permanece. Há uma chance muito grande de que a criança nem se lembre mais do brinquedo pouco tempo depois.

Dica número 2
Aprenda a identificar as principais armadilhas do Dia das Crianças

Brinquedos que envolvem água, jogos que exigem 3 ou mais pessoas, bonecos que falam ou se transformam, brinquedos que mudam de cor normalmente são presentes que em pouco tempo serão esquecidos. As propagandas desse tipo de brinquedo tentam criar valor em cima de características que chamam a atenção, mas que mantêm interesse por pouco tempo.

Se a criança mostrar interesse por esse tipo de presente, preste atenção aos seguintes pontos:

  • O brinquedo faz parte de um universo que a criança realmente gosta? Talvez ela realmente adore certo personagem, ou a dinâmica envolvida no jogo seja de interesse dela.
  • Tente explicar para a criança que não será possível brincar com o brinquedo que espirra água dentro de casa, que o jogo só poderá ser jogado quando houver mais pessoas em casa, etc. Provavelmente ela mesmo perceberá que o interesse pelo brinquedo não é tão real assim.

Dica número 3
Nem todos os brinquedos comerciais são ruins

Invista algum tempo para entender o valor dos brinquedos que a criança pede. Blocos de montar contribuem para desenvolver noção espacial, controle motor e raciocínio lógico. Muitos jogos contribuem para a alfabetização, raciocínio lógico, relacionamento interpessoal e outras habilidades. Avalie as habilidades que a criança tem interesse e decida de o brinquedo contribui para essa fase da vida dela.

Brinquedos Educativos

Hoje existe uma infinidade de lojas de brinquedos educativos. Normalmente, são feitos de madeira ou tecido e trazem uma inocência que tende a comover os pais. Procure no google a loja mais próxima e vá visitá-la, mas fique atento a alguns detalhes importantes.

Dica número 4
Verifique se o brinquedo é adequado à faixa etária da criança

Previna-se do constrangimento de ver a criança agradecer o presente com um sorriso amarelo. Certifique-se o brinquedo é adequado à idade da criança. Isso é especialmente importante para crianças a partir de 6 ou 7 anos, que podem achar carrinhos de madeira, dedoches e bonecas de pano “bobos” demais.

Dica número 5
Brinque com  criança

Há uma chance grande de a criança nunca ter visto aquele brinquedo educativo que você adorou. Para evitar frustrações, assim que entregar o presente, sente-se com a criança e comece a brincar com ela, para que ela entenda “como o brinquedo funciona”. Muitos presentes incríveis acabam no fundo de baú porque nunca ninguém ensinou a criança a como brincar com ele.

Videogames, tablets e afins

A hora de comprar um videogame para a criança (ou deixá-la jogar com o dos pais) é uma decisão da família. Dentro do possível, é uma decisão que deve ser adiada o tanto quanto for possível, embora, nos dias de hoje, essa não seja uma tarefa fácil. Caso a hora tenha chegado, sem problemas! É só ficar atento a alguns detalhes.

Dica número 6
Fique atento aos jogos eletrônicos

  • Entre as diversas opções de plataformas, há as mais indicadas para crianças. Pesquise a que possui mais jogos infantis, a que é mais simples de usar, etc.
  • Cuidado com os jogos. Assim como para os filmes, há classificação indicativa de idade para eles. Cuidado com jogos inadequados.
  • Saiba com quem a criança está jogando. Atualmente, grande parte dos jogos, mesmo os mais inocentes, permitem interações com outras pessoas. É muito fácil para alguém mal intencionado iniciar uma conversa com o seu filho. Bloqueie a possibilidade de jogo com desconhecido (se o jogo permitir), evite jogos desse tipo (se possível) e mantenha supervisão o tempo todo (não deixe a criança jogando sozinha sem que você possa vê-la). Ah, e claro, explique para a criança os riscos envolvidos e como se comportar ao ser abordada por outra pessoa.
  • Controle os horários. É tentador ver a criança entretida por horas, mas outras atividades são essenciais para o crescimento dela.

Livros

Livros são excelentes opções para presentes. O hábito da leitura deve ser incentivado desde cedo. Aos poucos, o prazer ao ler vai aumentando e a própria criança passa a querer ler cada vez mais. As opções de literatura infantil são praticamente infinitas. Vá com seu filho a uma grande livraria, dessas que possuem um espaço dedicado ao público infantil. Você pode se surpreender ao descobrir que tem um ávido leitor na sua casa! Se a criança ainda não tem uma leitura fluente, procure os títulos mais curtos e leia com ela, para que a leitura não se torne cansativa.

Dica número 7
Livros personalizados

Ainda não tão conhecidos do público brasileiro, os livros personalizados são um presente perfeito para o Dia das Crianças. Nesses livros, o nome da criança aparece na capa e na história e as ilustrações podem ser escolhidas para se parecerem com a criança. Algumas editoras, como o EUnoLIVRO, personalizam ainda mais, incluindo pais, amigos, animais de estimação, comidas e brincadeiras preferidas e várias outras informações do universo da criança na história.

Os livros personalizados aumentam o interesse pela leitura, reduzindo a distância entre ficção e realidade. A criança assimila mais facilmente o conteúdo, por identificar elementos da vida dela na história. Normalmente elas se surpreendem e até se emocionam ao receber um livro feito especialmente para ela.

Conclusão

Como se pôde perceber, não há certo ou errado na hora de comprar o presente para o Dia das Crianças. O importante é conhecer a criança e dialogar com ela para entender qual a opção que faz mais sentido nesse momento. Desde os brinquedos de personagens da TV aos livros personalizados, é possível escolher um presente acessível que agrade, eduque e entretenha aquela que é a pessoa mais importante nas nossas vidas.

Gostou? Você pensou em algum outro presente interessante? Deixe seu comentário abaixo! 

Curta e Compartilhe!