Como escrever e publicar um livro infantil

Então você decidiu escrever um livro infantil? Parabéns! Assim como os livros infantis são a porta da entrada para a leitura, ele pode também ser uma ótima porta de entrada para quem está começando a se aventurar na escrita. Prepare-se: são muitos desafios à frente, mas tenha certeza de que a recompensa é imensurável.

Seja a sua pretensão fazer um único exemplar para presentear alguém ou se você almeja lançar o próximo bestseller, nesse artigo vamos te ajudar a encontrar o seu caminho!

Por onde começar

É normal se sentir perdido e não saber por onde começar.

Quando decidi criar o EUnoLIVRO, uma editora de livros infantis personalizados, não tinha experiência nenhuma no mercado editorial. Eu queria criar um livro que realmente envolvesse a criança na leitura. Eu acreditava que um livro personalizado poderia realizar uma mágica: eliminar a barreira entre ficção e realidade, aumentando a absorção do conteúdo e o interesse pela leitura. Para começar, eu precisava verificar se minha tese era verdadeira. Então, escrevi a primeira história e li para meu filho. Adaptei a história para os filhos dos meus amigos e pedi que lessem para eles. Analisando a reação das crianças descobri que estava no caminho certo e o projeto decolou.

Para começar, defina seu objetivo. Quem você quer alcançar? O que seu livro vai realizar? É um livro específico para seu filho? Qual faixa etária você quer atingir? Conheça sua audiência e interesse-se genuinamente por ela. Em determinado momento você vai ter sua ideia na cabeça e saberá que ela simplesmente TEM que se tornar realidade. E é aí que todos as dificuldades do caminho serão apenas etapas para a realização do seu sonho.

Escrever não é para mim

Se você quer fazer um livro para uma criança mas não tem tempo, talento ou dinheiro para se dedicar à criação de um livro, pode contar com plataformas de livros infantis personalizados, como o EUnoLIVRO.

Ainda não tão conhecidos do público brasileiro, os livros personalizados são um presente perfeito para a criança de 5 anos. Nesses livros, o nome da criança aparece na capa e na história e as ilustrações podem ser escolhidas para se parecerem com ela. Um criança de 5 anos fica maravilhada e vê o livro como algo mágico. Algumas editoras, como o EUnoLIVRO, personalizam ainda mais, incluindo pais, amigos, animais de estimação, comidas e brincadeiras preferidas e várias outras informações do universo da criança na história.

Os livros personalizados aumentam o interesse pela leitura, reduzindo a distância entre ficção e realidade. A criança assimila mais facilmente o conteúdo, por identificar elementos da vida dela na história. Normalmente elas se surpreendem e até se emocionam ao receber um livro feito especialmente para ela.

Quantidade de texto de um livro infantil

Esse ponto é muito importante. Conforme a criança cresce, o tamanho do livro que ela vai ler deve crescer também. Isso acontece porque ela vai ficando mais fluente na leitura e também porque a paciência de uma criança de 7 anos é maior do que uma de 4 ou 5. É difícil para uma criança menor manter a atenção por muito tempo. Da mesma forma, um pré-adolescente consegue manter a atenção por vários dias; uma criança de 4 ou 5 anos provavelmente vai aproveitar melhor um livro que consegue ler de uma vez só.

Existem alguns parâmetros que você pode usar de referência, mas o melhor, se possível, é você testar seu texto com uma criança conhecida. Nada melhor do que ouvir o seu público!

Por exemplo, no EUnoLIVRO temos títulos com cerca de 100 palavras para crianças muito pequenas e de até cerca de 1.000 palavras para as crianças um pouco maiores.

Temática

Uma criança na faixa de 4 a 7 anos está em uma fase interessantíssima para a leitura: por um lado já tem autonomia para ler sozinha. Por outro, a imaginação delas ainda é muito fértil e permite uma deliciosa mistura entre realidade e ficção. Ou seja: qualquer tema (o corpo, a casa, animais, dinossauros, princesas, etc) é permitido, desde que a criança consiga se identificar com ele.

Por exemplo, o EUnoLIVRO tem um livro personalizado em que a criança é um príncipe ou princesa que precisa salvar o reino de um dragão. Como o personagem principal do livro é a criança e ela identifica os personagens e fatos da história, a assimilação dos valores e conteúdos é muito alta, pois, na cabeça da criança, de certa forma, ela realmente está vivendo aquela história.

Tipografia

Um livro com uma letra bem escolhida pode fazer toda a diferença no interesse pela leitura. Isso é ainda mais importante para crianças mais novas, que estão adquirindo fluência de leitura e, provavelmente, vão desanimar se encontrarem um livro que não os ajude a ler com facilidade.

Vale a pena verificar alguns pontos, antes de se decidir por um livro para um pequeno leitor. Algumas orientações que seguimos no EUnoLIVRO.

  • Prefira para seu livro a letra bastão, eventualmente todo em maiúsculas (para crianças até 4 anos). Provavelmente a criança começou a ler e a escrever com a “letra de forma”. Nada melhor que um livro que use o mesmo tipo de letra.
  • Evite fontes estilizadas, com serifas (serifas são aqueles pequenos traços no começo e/ou no fim do traçado de cada letra. Por exemplo, Arial é uma fonte sem serifas. Times New Roman é uma fonte com serifas).
  • Livros para crianças até 4 ou 5 anos devem evitar fontes com letras dúbias (por exemplo, em muitas fontes, o I maiúsculo e o l minúsculo são praticamente idênticos).
  • Garanta que o livro tem letras grandes, com bom peso (letras “grossas”), bom espaçamento (entre letras e entre linhas) e sem separação de sílabas.
Exemplo de tipografia para um livro de criança de 6 anos. Fonte bastão, texto em maiúsculas, sem separação de sílabas, com bom peso e espaçamento.

Ilustrações

Para uma criança, abrir uma página de um livro só com texto é como ganhar roupa de presente de Natal. Lembre-se que a leitura ainda não é 100% fluida. Além disso, as imagens ajudam a contextualizar o texto e a preencher eventuais falhas de compreensão. Opte por livros coloridos, com imagens que a criança consiga identificar e que faça parte do universo (real ou imaginário) dela. Por isso usamos figuras personalizadas no EUnoLIVRO. Quando a criança se identifica no texto e na imagem, o interesse pela leitura cresce incrivelmente!

Se você, como eu, não tem a menor aptidão para ilustrador, precisará de ajuda. Ilustrar não é tarefa simples e aprender as técnicas levam tempo. O problema é que não é barato ilustrar um livro. Se você está escrevendo um livro para poucas crianças, o custo da ilustração pode inviabilizar seu projeto.

Ilustradores profissionais cobram R$500,00 ou mais por página dupla (imagine no caso do EUnoLIVRO onde todas as páginas são personalizadas). Se você quer publicar seu livro em uma editora (veja mais sobre isso mais abaixo), antes de encarar esse custo, converse com a editora. Ela pode querer optar por ilustradores que já está acostumada a trabalhar. Na verdade, provavelmente a editora prefere fortemente que você deixe a ilustração por conta dela. Você já terá a árdua missão de fazê-los aceitarem seus textos; não complique ainda mais a sua missão tentando fazê-los aceitar suas ilustrações.

Talvez você tenha planos menos ambiciosos para seu livro e aí terá que arcar com o custo da ilustração. Minha recomendação, nesse caso, é encontrar alguém que se identifique com o seu projeto. No caso do EUnoLIVRO, eu tive a sorte de encontrar o Felippe Pinheiro, um jovem talentoso que estava começando na carreira de ilustrador e entrou de cabeça no meu projeto.

Pergunte para amigos e parentes: é possível que você encontre um excelente ilustrador que abrace o seu projeto. Se não encontrar, hoje há muitos ilustradores oferecendo serviços em plataformas como Getninjas e 99 Freelas. Boa sorte!

Exemplo de livro personalizado. O interesse pela leitura cresce quando a criança se identifica no texto e na imagem.

Formato

Crianças ainda não têm toda a coordenação motora necessária para manusear algo pequeno ou delicado. Um livro para essa faixa de idade deve ter páginas de boa gramatura, para não rasgarem com facilidade e nem serem difíceis de manusear. Em geral, livros com tamanho A4 ou quadrados, com 20cm pelo menos de lado, funcionam muito bem para essa idade! No EUnoLIVRO usamos papel com gramatura de 170 ou 250 g/m2.

Publicando o seu livro

Está com o seu original pronto? Excelente. Agora é hora de fazê-lo ganhar vida. Se a tua ambição é que seu livro ganhe espaço nas livrarias, você deve buscar uma editora. Um aviso: não é uma tarefa fácil. As editoras recebem muitos originais para avaliação e, infelizmente, há uma grande chance de você não receber uma resposta ao seu pedido. Mas você não desiste fácil, não é mesmo?

Para tornar essa tarefa um pouco mais fácil, segue aqui uma lista de editoras que publicam livros infantis e que podem avaliar originais de novos autores. A dica é visitar o site da editora, entender se o teu trabalho se alinha com a proposta dela e, se fizer sentido, entrar em contato para submeter o seu livro para avaliação. Seja claro, conciso e direto na abordagem. Explique seu projeto e porque a editora deveria considerá-lo sem enrolação. Pense que assim como a sua mensagem, os editores recebem centenas de outras. Eles não têm tempo sobrando. Ajude-os facilitando o entendimento da sua proposta.

Editoras que publicam livros infantis de novos autores

É importante saber que nem toda editora aceita obras originais de novos autores. Não perca tempo atrás delas. Algumas editoras solicitam que você envie o manuscrito por correio. Em geral a avaliação pode levar vários meses e normalmente o original não é devolvido. Paciência, escritor!

Auto-publicação

Se você não teve a sorte de ter seu livro aceito por uma editora (ou se não quiser passar pelo processo de aprovação) pode optar pela auto-publicação. Isso significa que você vai arcar com os custos da publicação e com todas as tarefas que uma editora faz. Se não fizer uma boa revisão, seu livro pode sair com imperdoáveis erros de português. O ilustrador, que já comentamos, será uma tarefa sua encontrar, negociar, cobrar pelo atraso. Encontrar uma gráfica para imprimir também (quando estava criando o EUnoLIVRO, eu conheci o pessoal da Touchgraf que são nossos parceiros até hoje. Para autores amadores que querem imprimir poucas unidades, fica a indicação) será uma missão sua.

Veja algumas outras empresas que fazem impressão de livro sob demanda:

Quando se trata da impressão de poucos exemplares, opte por uma gráfica rápida. Esse tipo de gráfica usa equipamentos digitais que tornam o processo mais simples. Impressões em gráficas tradicionais demandam uma quantidade mínima de livros, pois há a necessidade de preparar os equipamentos exclusivamente para a sua obra.

Publicando seu livro com a Amazon Kindle Direct Publishing

Uma alternativa cada vez mais utilizada por novos autores é a auto-publicação através da Amazon. Esse gigante das livrarias online, possui um serviço de auto-publicação chamado Amazon Kindle Direct Puclishing (KDP). Nesse formato, você disponibiliza seu livro sem pagar nada e ainda pode ganhar um dinheiro com a venda de exemplares. o Amazon KDP permite a publicação de eBooks e livros impressos. No caso de livros impressos, a Amazon disponibiliza uma planilha para cálculo do custo de impressão e preço de venda do seu livro.

O bom dessa opção é que cada livro é impresso apenas na hora da venda. Você não precisa definir uma tiragem.

Você pode entender todos os detalhes desse serviço nesse link.

Registro isbn do livro

O isbn é um código único de registro do livro. É um código mundial que serve para que seu livro possa ser identificado em qualquer biblioteca do mundo.

Eu preciso de um registro isbn para o meu livro?

Não há obrigatoriedade para pequenas tiragens. Mas se você pretende distribuir seu livro em livrarias, você vai precisar de um. Ter o isbn também pode te ajudar em eventuais casos de plágio da sua obra. Caso você tenha optado pela auto-publicação pela Amazon KAP, não precisa do isbn. A Amazon utiliza um outro código que ela mesma gera para você.

Se uma editora está publicando seu livro, ela provavelmente cuidará do isbn para você.

Quem emite o isbn?

Até o começo de 2020, o isbn, no Brasil, era emitido pela Fundação Biblioteca Nacional. Entretando, em 2020, a A agência internacional do ISBN definiu que a nova responsável pelo isbn no Brasil é a Câmera Brasileira do Livro.

Quanto custa registrar o isbn de um livro?

Se você está registrando um livro pela primeira vez, você precisa primeiro de um registro de autor. Depois deve registrar o isbn e obter os códigos de barras. Os preços atualizados podem ser encontrados aqui.

Como faço o isbn do meu livro?

Veja as etapas para emsisão do isbn aqui.

Como consigo mais informações?

A CBL tem um manual com todos os detalhes sobre o isbn. Veja o manual aqui.

Depois de tudo isso, o sucesso!

Você passou por todas as etapas e conseguiu publicar seu livro infantil? Parabéns! É hora de contar para todo mundo e receber as glórias por todo o seu empenho!

Como foi sua jornada? Tem alguma dica? Compartilhe conosco nos comentários!

Sucesso, escritor!

2 comentários em “Como escrever e publicar um livro infantil”

  1. Gostaria de uma orientação. Estou escrevendo uma história. porém não sei exatamente a que público ele se destina. Nunca escrevi nada antes. Porém essa história criei a 35 anos atrás. Por estímulo dos meu filhos, já adultos retomei o projeto. Cheguei aqui por acaso. Vi que tem muitas etapas. Mas creio que primeiro devo deixar a imaginação fluir e escrever a história até o fim e depois dar atenção as outras etapas. E por aí?

    Responder
  2. Seu texto é acessível e objetivo! Adorei! Graças à sua publicação, acabei de providenciar os registros necessários para publicar meu livro por conta própria. Gratidão eterna!

    Responder

Deixe um comentário