5 melhores livros infantis sobre diversidade familiar

Não há dúvidas de que a sociedade brasileira evoluiu muito nas últimas décadas. O padrão de família pai-mãe-filhos, eternizado pelos comerciais de margarina, hoje já não é o único modelo que existe. Crianças que vivem em famílias “diferentes” podem sofrer com comentários maldosos de outras crianças e, até mesmo, adultos. Garantir que nossas crianças aprendam a respeitar e serem respeitadas em questões de diversidade da família é uma obrigação de todos os pais. A boa notícia é que existem excelentes livros infantis para nos ajudar nessa tarefa!

Se você está procurando bons livros para ensinar as crianças a lidarem com a diversidade na família, continue com a gente!

O que é família?

Intuitivamente, todo mundo sabe o que é uma família. Ou pelo menos sabe identificar quem é a “sua” família. Mas tentar definir a palavra família pode não ser tão simples.

Segundo o dicionário Michaellis, família é:

  1. Conjunto de pessoas, em geral ligadas por laços de parentesco, que vivem sob o mesmo teto.
  2. Conjunto de ascendentes, descendentes, colaterais e afins de uma linhagem ou provenientes de um mesmo tronco; estirpe.
  3. Pessoas do mesmo sangue ou não, ligadas entre si por casamento, filiação, ou mesmo adoção; parentes, parentela.

Repare que a primeira definição inclui a expressão “em geral“. A segunda, inclui a palavra “afins” e a terceira faz uso da ressalva “ou não” ao se referir a consanguinidade.

Ou seja, família é um conceito muito mais amplo do que muita gente imagina. Hoje, entende-se por família um grupo de pessoas que se entende como tal, independente de quantidade, gênero e origens.

O artigo 226 Constituição Federal de 1988 também reconhece diferentes modelos familiares como válidos e o Supremo Tribunal Federal reconheceu que uniões homoafetivas como equivalentes a uniões estáveis. Assim, até mesmo legalmente, diferentes tipos de família são aceitos no Brasil.

Quais os tipos de família que existem?

Vamos ver os arranjos mais comuns de família:

  • Família matrimonial: é o tipo de família reconhecida pelo casamento civil, composta por um casal heterossexual ou homoafetivo e seus filhos.
  • Família informal: parecida com a anterior, a família informal tem um casal formado por uma união estável e seus descendentes. Aqui, o que legitima a família são os laços de convivência e não um “casamento”. Novamente, o casal pode ser heterossexual ou homoafetivo.
  • Família monoparental: é a família formada por qualquer um dos pais e seus descendentes. Um caso muito comum é a mãe solteira e seu(s) filho(s).
  • Família anaparental: é a família sem a presença dos pais, composta apenas por irmãos.
  • Família unipessoal: família composta por uma única pessoa. É o caso de pessoas solteiras ou viúvas que vivem sozinhas.
  • Família reconstituída: um tipo de família cada vez mais comum é a formada por casais que já foram casados anteriormente e possuem filhos desses relacionamentos anteriores.
  • Família eudemonista: família formada exclusivamente por laços afetivos. São pessoas que vivem juntas em busca de felicidade, incluindo, por exemplo, os relacionamentos poliamorosos.

Mas será que esses são os únicos modelos de família que existem? E os irmãos que vivem com uma tia ou avó? Ou pessoas que vivem juntos como irmãos, mas sem pais comuns?

O que temos que ensinar às crianças é que todo tipo de família deve ser respeitado porque é a forma como aquelas pessoas se organizaram para serem felizes. A diversidade familiar deve ser vista como riqueza e não como uma aberração.

Livros que tratam muito bem o tema da diversidade familiar

Eu e o Dragão

O EUnoLIVRO é uma editora de livros infantis personalizados. Ou seja, ao comprar um livro, as ilustrações e informações são personalizadas para refletir a vida da criança. O nome da criança aparece na capa e personagens e gostos da criança surgem no decorrer da história. Eu e o Dragão parece ser uma história comum de príncipes e princesas, mas, no fundo, trata de tolerância, amizade e diversidade. Os pais da criança aparecem na história, mas podem ser dois pais, duas mães ou só um deles. O dragão da história é um ser que é desprezado por todos, por ser diferente. Após a leitura vale um bate-papo entre pais e filhos para discutir a história!

Tudo bem ser diferente

Todd Parr é uma referência em relação a livros infantis e o tema da diversidade é recorrente em sua obra. Tudo bem ser diferente lida com extrema naturalidade com temas como adoção, separação de pais, deficiência física e preconceito racial. Você pode comprar o livro na Amazon.

Olívia tem dois papais

Marcia Leite e Taline Schubach escreveram esse belo livro sobre Olívia, uma menina que é muito feliz com sua família. O fato de ter dois papais, Raul e Luís, é só um detalhe que Olivia tira de letra. Da Companhia das Letrinhas, pode ser comprado na Amazon.

O livro da criança

Outra obra do EUnoLIVRO, o livro da criança é uma ótima opção para crianças pequenas, que estão começando a conhecer as letras e números. O alfabeto é apresentado através dos nomes de animais, comidas e pessoas que a criança conhece. Logo nas primeiras páginas, a família da criança é apresentada e pode ser o mais diversa possível: crianças, adultos, idosos e até animais podem compor o núcleo familiar do pequeno leitor!

O livro da família

Outro clássico de Todd Parr, O livro da família mostra que amor não tem fronteiras e que família tem a ver com sentimento e não com raça, gênero e parentesco. Da Panda Books, pode ser comprado no Submarino.

A Princesa e a Costureira

Janaina Leslão criou esse livro que aborda com muita sensibilidade a temática LGBTI. Na história, uma princesa que iria se casar com um príncipe do reino vizinho se apaixona pela costureira que faria o seu vestido de casamento. O livro pode ser comprado no site da editora Metanoia. A Metanoia tem outros títulos disponíveis sobre diversidade sexual para crianças.

Como as crianças lidam com a diversidade?

Crianças não têm naturalmente preconceitos de qualquer tipo. Deficiência física, mental, homossexualismo, diversidade de raças só são tabus nas cabeças de alguns adultos. Com ainda poucos anos de vida, a criança ainda não criou uma concepção de que uma família “normal” tem um pai, uma mãe e dois filhos. E como pais responsáveis, temos a obrigação de manter a mente da criança aberta. Se você tem dificuldades para lidar com esses temas com seus filhos, escolha um dos livros que indicamos para te ajudar nessa tarefa.

Como escolher um livro infantil?

Além da temática, há outros aspectos importantes a se considerar ao escolher um livro infantil. Veja nesse artigo como não errar.

Boa leitura!

Deixe um comentário